Expertise em soluções para agregar valor a sua empresa.

Notícias

17 jul

Microsoft terá novo laboratório dedicado exclusivamente à inteligência artificial

Nova divisão empregará mais de 100 cientistas de diferentes áreas e se dedicará a desenvolver sistemas inteligentes para fins gerais

A Microsoft anunciou nesta semana que contará com uma nova divisão dedicada exclusivamente ao avanço da inteligência artificial. O objetivo da iniciativa é criar sistemas de aprendizado para fins gerais.

O novo laboratório, chamado de Microsoft Research AI, ficará baseado em Redmond, Washington, onde é a sede da companhia cofundada por Bill Gates. Serão mais de 100 cientistas de diferentes áreas que se dedicarão a pesquisa e desenvolvimento da tecnologia, incluindo o processamento de linguagem natural.

Segundo Eric Horvitz, diretor da Microsoft Research Labs, o desafio será combinar diferentes capacidades da inteligência artificial para habilitá-la para tarefas mais amplas. Em resumo, a ideia é que um único sistema possa resolver uma ampla gama de problemas. Uma mesma solução em IA poderia planejar o melhor caminho para você chegar até o seu trabalho e também compreender conceitos humanos sutis, como gestos e sarcasmo. Por enquanto, a maioria das plataformas que ofertam habilidades em inteligência artificial desempenham bem apenas uma tarefa.

Não é de hoje que a Microsoft concentra esforços no desenvolvimento da IA. A companhia tem empregado um amplo exército de especialistas, que contribuíram com produtos e serviços que incluem a assistente virtual Cortana, o Microsoft Translator e até mesmo a bot Tay, que se mostrou um bom exemplo de como a inteligência artificial pode dar errado.

Ao entrar na acirrada corrida para desenvolver sistemas de aprendizagem mais gerais, a Microsoft competirá agora com outras empresas de pesquisa da área, como o Google Brain e a DeepMind, comprada pelo Google em 2014.

Além dos pesquisadores que já atuam na companhia, a Microsoft planeja contratar cientistas da computação e especialistas em áreas como psicologia cognitiva para se juntar ao novo projeto. A empresa também informou que o novo laboratório será parceiro do Center for Brains, Minds and Machines do Massachusetts Institute of Technology.

Fonte: COMPUTER WORLD